esenptitderu

Um dron no meu creme?

Os laboratórios de Bella Aurora seguem incansáveis na investigação dos ativos de última geração e da tecnologia mais atual. Agora, com o uso do Dron Cosmético nas suas fórmulas, os especialistas em manchas cutâneas posicionam-se na vanguarda da indústria cosmética.

Queres saber como funciona o Dron Cosmético?

À primeira vista, associar dois conceitos tão diferentes como Dron e Cosmética pode parecer inverosímil. Mas não o é tanto se nos desviarmos da imagem de um veículo aéreo não tripulado para imaginar um sistema de direcionamento inteligente dos ativos com distintos sistemas de libertação que permitem que esses mesmos ativos cheguem de forma eficiente às áreas da pele que queremos tratar. Uma transferência da tecnologia médica ao canal cosmético que permite maximizar a eficácia e reduzir riscos ou reações adversas.

Com o Dron Cosmético, Bella Aurora observou resultados mais eficazes já que o ativo chega encapsulado à célula diana (melanócito, queratinócito, fibroblasto…) para libertar-se dentro da célula. Estas cápsulas medem entre 175 e 300 nanómetros e são compostas por uma dupla camada; a camada interior é de ácido poliláctico-co-glicólico (PLGA), muito utilizada em fármacos, e a camada exterior de álcool polivinílico (PVA). Para dirigir as X50 Capsules™ à célula diana, um ligamento peptídico une-se de forma covalente à camada externa da cápsula. Isto dirige a cápsula a um receptor específico da célula diana convertendo toda a estrutura em dron cosmético. Os ativos que estão dentro das X50 Capsules™ libertam-se por difusão simples ao longo do tempo de maneira sustentada.

Esta nova tecnología dron significa um passo em frente na evolução dos sistemas de libertação de ativos, já que permite a seleção precisa de células de diana e a libertação de ingredientes ativos no núcleo celular.

Em que produto sentirás os efeitos do Dron Cosmético?
imgp3206-copia

O novo Tratamento Localizado L+ para Peles Sensíveis é o primeiro produto de Bella Aurora onde se aplicou esta tecnologia inovadora, ajudando assim os seus ativos a localizar a ação anti-manchas diretamente no ADN das células, maximizando a sua eficácia.

“O dron cosmético permitiu dar um passo mais na investigação dos tratamentos de ação localizada como o L+ para Peles Sensíveis que, além de trabalhar sobre os 7 mecanismos despigmentantes oferecendo a máxima eficácia anti-manchas, atua unicamente onde deteta um excesso de pigmentação. Usámos uma combinação de dois péptidos despigmentantes numa cápsula inteligente que penetra através da epiderme e se direciona às células diana, libertando os ativos nos melanócitos estimulados, sem afetar as células não melanogénicas circundantes.”, explica Jordi Segura, o Diretor de Investigação e Desenvolvimento de Bella Aurora Labs.